Imagem

Autoaceitação

Depois dos meus quarenta anos, acho que consegui alcançar uma aceitação de mim mesma. Aceitei o fato, com certo sofrimento infantil, de que não faço parte de nenhuma turma. Não sou da turma dos famosos, não sou da turma das artes plásticas, não sou da turma dos acadêmicos, apesar de ter uma imagem pública, de ser artista visual, de escrever, não correspondo o suficiente para me adequar a esses nichos. Talvez isso seja reflexo da minha singularidade, onde seria possível encontrar um grupo de pessoas iguais a mim? Sou atriz de televisão, artista visual, poeta, mãe, atriz e realizadora de peças de teatro, casada há anos, luto em defesa da biodiversidade planetária e humana, e principalmente, defendo uma vida simples e real, sem idealismos e padrões.

Peço desculpas aos que me acharem prepotente, mas, ser sincera faz parte da minha poética. Até mesmo ela, a poética, nasce da minha insatisfação. Não me pinto de ouro, reconheço a minha carne em declínio e meu espírito em ascenção.

Imagem

EU ME DISPO

Photo by @jorgebispo

Eu me dispo
Eu me dispo da pele fake
De tudo que não me cabe
Da pele que querem superpor em mim
Eu me dispo
Da roupa que me machuca
Do rótulo que não me cura
Eu me dispo para reencontrar a menina
Tornar a ser a mulher dentro de mim
Eu me dispo para curar as dores

E me visto dos sonhos daquelas mulheres que sonharam antes de mim

Imagem

Corpo da Alma.

Hoje, estava eu em diálogo sobre a necessidade feroz que sinto de fazer arte.

Algumas sentenças foram ditas:

Preciso da minha arte para me libertar da pressão da beleza sem alma. Estou envelhecendo e sinto que sem a arte eu enlouqueceria.

Artista não pode ficar na metade do caminho.

O corpo é uma bobagem. O corpo é só uma ferramenta, não pode ser uma prisão.

A aparência deve refletir a essência, a estrada. Só teme a finitude do corpo e seus sinais quem perde a conexão com a estrada da alma.

Então me deparei com essa reflexão de Alberto Caeiro:

Nos deuses a alma tem o mesmo tamanho que o corpo
E o mesmo espaço que o corpo
E é a mesma coisa que o corpo.
Por isso se diz que os deuses nunca morrem.
Por isso os deuses não têm corpo e alma
Mas só corpo e são perfeitos.
O corpo é que lhes é alma
E têm a consciência na própria carne divina…Mas o corpo perfeito é o corpo mais corpo que pode haver,
E o resto são os sonhos dos homens,
A miopia do que vê pouco.

Imagem

Gratidão e Amor. Venha, 2018!

Para mim a vida profissional não está separada da vida pessoal, assim como o corpo não está separado da alma. Esse ano que passou me deixou muitas lições, uma delas foi o encontro que tive com minha própria totalidade como ser humano. Esta totalidade, a encontrei no amor, na arte, na relação com o outro. A integridade encontrou seu sentido na vida. As parcerias nunca foram tão fortes. Por isso gostaria de agradecer às pessoas que compartilharam comigo essa jornada. Gratidão e amor por todos vocês. 

Que em 2018 sigamos juntos com mais sementes plantadas e mais frutos colhidos.

 Venha, 2018!

Mauricio Grecco Cora Arruda Grecco Rafael Grecco Carol Nasser Shirley Yanez Sayonara Sarti Vanessa Clark Karen Brusttolin Chapelaria Barbarah Sofitel Ipanema Rosenete Pereira Lucas Pereira Nova Assessoria Pino Gomes Alphorria Sergio Arruda Yara Kasting Arruda Carla Alves Fábrica Bhering 

Tuna Dwek Solange Pereira Galeria Eixo Arte Clube Quindim Volnei Canonica Roger Mello Yabú Uma Sara Figueiredo Cadu Lacerda Flavia Rodrigues Close In Closet Guga Arruda Milene Arruda

Tom Arruda Grecco Diego Senra Names Agenciamento Priscilla Prade Ivann Willig Estúdios Globo Janine Bastos Rodrigo Aidar Valesca Hime Rejane Kasting Arruda 

Glow Dry Bar Lena Valzinha Gabo Café We Do Yanez Confeitaria Marion Brasil Fernanda Thibau Vanessa Cabidelli Costão do Santinho Resort Mauricio Arruda Mendonça Paulo de Moraes Mirinha Renata Grecco 

Imagem

A noiva mais feliz do mundo.

Meu casamento foi pleno e perfeito, porque foi a nossa cara. É muito emocionante celebrar uma relação de dezoito anos porque a gente já construiu uma história juntos e ver nossos filhos e amigos reunidos foi lindo. Fui a noiva mais feliz do mundo! E nada disso teria sido possível se não fossem os profissionais maravilhosos que eu escolhi para realizar o meu sonho. São eles!

Vestido Carol Nasser @carolnasseratelier

Beauty Nat Rosa @natrosamakeup

Produção Shirley Yanez @shirleyyanezb

Decoração @wedoyanez

Assessoria de Imprensa Sayonara Sarti  @sayonarasarti @novaassessoriaerp

Fotos Carla Alves @carlaalvesfotografia

Joias Vanessa Clark @vanessaclarkjoias

Arranjo de cabeça Barbarah Heliodora @chapelariabarbarah

Unhas @glowdrybar

Stylist da Cora e Tom Karen Brusttolin @karenbrusttolin

Flores (lavandas, saudade e suculentas) @wedobotanica

Papelaria e caligrafia moderna dos convites Jorge Yanez @jyanezdesign

Bem-casados e bala de côco @confeitariamarionbrasil

Doces fitness @dilemasdalala

Massagem na noiva @pesnasnuvens com produção de @allana_villela

Dia da Noiva e Lua de Mel @sofitelipanema

Vinhos veganos @medusaurbana / @vinhos_canivezi

Espumante @winevinhos

Bolo e macarons @rafaelapanisset

Buffet vegetariano @bloisebuffet

20171108223918937

DJ Lucas Alves @outknives

E a festa continua na vida, com amor…

Carolina Kasting
#casamentocarolkasting #miniwedding #casamentoperfeito

Um Post de Domingo ou…

…a vida é uma espiral onde os momentos se encontram em paralelo no tempo. Hoje, meu filho de um ano de idade toma banho na banheira do apartamento antigo que agora é novo, para onde nos mudamos. Há quarenta anos atrás eu tomava banho na banheira da casa dos meus pais. Lembro que passávamos sabonete no encosto da banheira para que escorregasse melhor e estava feita a nossa diversão. Simplicidade plena de alegria.

Tive vários déjà vu no apartamento novo, como se o presente fosse o passado e vice versa, como se aquilo que vivo agora já tivesse sido vivido. O tempo se movimenta em dimensões que desconhecemos.

Ver meus filhos crescerem me faz pensar na minha infância, o futuro já tão próximo vira passado e o presente se engrandece e dá sentido a vida.
A vida dança e se eterniza pelo amor, o ódio escorre pelo ralo e se esvai. Os medíocres, me condoeço deles porque jamais entenderão as sincronicidades, jamais aprenderão com as adversidades da vida. Mas meu coração é grande e eu posso ter compaixão.
A vida é muito mais do que nossa vã consciência pode alcançar.
E o retorno da curva, é certo.